Qual é o seu propósito? Não enterre seus talentos!

 

proposito

Qual a sua função?

Qual é o seu Propósito? Não enterre seus talentos!

Descobrir seu dom é o primeiro passo para uma vida plena. Ao falar em potencial humano, há uma pequena diferença entre três palavrinhas básicas: Dom, Talento e Vocação.

A palavra Dom vem do latim donu, significa presente, dádiva. A exemplo de pessoas que nascem com algo especial, que lhes permite realizar bem alguma coisa, com extrema facilidade. Dom é uma aptidão notável, genuína e que o distingue das demais pessoas, é a sua “marca”, pois flui naturalmente. Você já nasce com o dom. Existem muitos tipos de dons, ao contrário do que alguns ainda pensam, não é somente os gênios que possuem essa dádiva.

Já o Talento é outra coisa, porém são parecidos na essência: Pelo fato de serem uma habilidade para realizar algo, no caso do Dom, essa habilidade é naturalmente visível.

Mas a diferença entre ambos está no fato de que o talento é algo que pode e deve ser desenvolvido com treino, disciplina e obstinação. É então a habilidade desenvolvida e aplicada. Um talento sempre pode ser aprendido com esforço, ou seja, você pode desenvolver aquela habilidade se não nasceu com ela. Ex; na gastronomia existem pessoas talentosas, que criam pratos incríveis e se desenvolveram com esforço e dedicação. Já o dom, é um talento nato por si só, você tem ou não.

Há quem tenha talento, mas não tenha dom, pois certas habilidades foram desenvolvidas com força de vontade e foco.

Vale lembrar que de nada adianta a inspiração sem a transpiração, que significa disciplina aplicada para desenvolver seu potencial. De que adianta um dom ou talento sem uso? Não os enterre.

E, quanto à Vocação? Essa palavra tem origem latina e significa o ato de chamar. Quem segue sua vocação obedece a um chamado. Esse chamado pode ser “ouvido”, percebido durante toda a vida de diversas formas: auto-observação, fatos, sonhos (acordado ou não)… Sempre que fazemos algo que nos dá prazer e naturalmente (ligação com o dom), ou com relativa facilidade, mas esforço para o desenvolvimento e melhoria (ligação com o talento) e em alinhamento com nossa forma de organização no mundo (personalidade), para uma função específica (missão), estamos atendendo à nossa vocação.

É isto: Sempre que você trabalha com o que gosta e de acordo com sua essência (que vai além da personalidade), está em direção ao seu propósito, cumprindo com sua missão!

Não por acaso temos imenso prazer em realizar determinadas atividades.

E não se engane, seu dom sempre estará lá, como sempre esteve. É uma dádiva de Deus. Mas o potencial deve ser lapidado. Desenvolva-se. Invista em você e viva congruente com o seu propósito. Descubra o que faz naturalmente e bem, perceba o que flui para você e o que deve ser melhorado e desenvolvido (descobrir qual sua inteligência predominante pode ser um bom início).

Descubra seu propósito! Quais são os seus Talentos? 

Identifique seu trio dom-talento-vocação; é essencial para um dia olhar para trás e saber que valeu a pena ter sido você. Não importa quanto tempo isso demore, desperdício mesmo seria passar pela vida contando as horas para chegar o fim de semana ou as férias, para poder continuar se distraindo de si mesmo. Busque o autoconhecimento!

Fica aqui a grande pergunta da sua vida: Qual é o seu propósito?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *