9 Dicas Fundamentais para ser Carismático no Trabalho

Você se considera Carismático?  

Liderar pessoas e ser reconhecida como uma pessoa carismática não é para qualquer um. Muitos até não fazem questão, mas precisamos reconhecer que ser uma pessoa carismática tem seus benefícios… E quem não iria querer por perto alguém assim? Todos querem ser bem recebidos. Mais que isso, uma pessoa carismática consegue mobilizar apoios e essa é uma ótima razão para desenvolver essa hábil qualidade, caso não venha de berço.

 

9 Dicas Fundamentais para ser Carismático no Trabalho

Ser uma pessoa carismática não é algo a conseguir de hoje para amanhã. Principalmente, porque se for algo forçado, não acontece. Por exemplo, se você nunca foi de conversar com seu chefe na hora do almoço, não é logo agora que vai cair de para-quedas na mesa dele no refeitório. Tudo precisa ser feito naturalmente, faz parte de um processo. Leia as nove dicas:

 

1- Faça com que as Pessoas se Sintam Especiais

Todos nós gostamos de nos sentir especiais e bem ao lado das pessoas. Acredite; seu chefe também. Por mais que não pareça ter muitos sentimentos, talvez. Faça com que a outra pessoa se sinta bem. E isso, ela vai expressar através de um sorriso, de um agradecimento. Sem forçar a barra, apenas sendo uma melhor companhia, tratando cada pessoa e se comunicando de forma individualizada. E isso pelo conhecimento do Eneagrama, pode ser feito com maestria.

 

2– Seja Autêntico(a)

Ser autêntico não quer dizer que você seja uma pessoa diferente ou chame atenção por atitudes extravagantes. Ou menos ainda, sendo “o super sincero”, dizendo o que der na cabeça. Ser autêntico é ser dono de si. É assumir sua forma de ser, sendo sincero consigo mesmo. Pessoas autênticas são bem resolvidas e felizes e claro, são ótimas companhias. É muito melhor abrir o jogo com tranquilidade e honestidade, do que bajular as pessoas por puro interesse. Relações de qualidade são construídas com base na verdade. Quem precisa de bajuladores, é atraído pela falsidade e de confiança também não é.

 

 3- Seja Humilde

Ser humilde é uma característica que parece estar em falta. A humildade aqui é reconhecer o que foi feito de errado, reconhecer as suas falhas, sua parcela de responsabilidade nas situações. Ser humilde e conversar com um colega que você teve um desentendimento, tomar a iniciativa. É saber que não é melhor, nem pior do que ninguém. O que também é diferente de falsa modéstia.

 

4- Pense Positivamente

Pessoas positivas atraem boas companhias. É maravilhoso estar ao lado de alguém assim. Aliás, se existe uma característica muito presente em pessoas carismáticas é o pensamento positivo. Desta forma, elas conseguem dar conselhos e costumam ser procuradas por isso.

 

5- Não Julgue as Pessoas

Procure somente escutar, saber o que aconteceu, oferecer apoio. Nunca, em hipótese alguma critique. De críticas o mundo está cheio, de pessoas que oferecem ajuda e motivam, está em falta.

 

6- Saiba Expressar-se

Os sinais expressos verbalmente, alinhados aos sinais corporais são poderosos para criar empatia. Olho no olho, aperto firme de mão. Demonstre fisicamente aquilo que você diz, pois é comprovado que a leitura inconsciente ou não, das expressões físicas, comunicam mais do que as palavras proferidas. Lembre-se, o corpo “fala” .

 

7- Preocupe-se com as Pessoas

O interesse sincero é algo simples e poderoso. A escuta ativa, quando há pergunta, é sinônimo de interesse. Esse é um recurso poderoso. Aproveite, use e abuse, somente cuidado para não parecer um interrogatório policial ou um detetive a busca de pistas. Use com bom senso.

 

8- Seja Coerente

É ser congruente com o que se diz. Se você fala para seu amigo ou colega que irá ajudar naquele momento, comprometa-se! O que você faz comunica mais do que o que você diz.

 

9- Apenas Ouça

Ouvir. Como é difícil, não? Como já diz uma conhecida frase de Rubem Alves: “Deus é a beleza que se ouve no silêncio. Daí a importância de saber ouvir os outros, a beleza mora lá também”. Ouvir parece algo tão simples de ser feito, mas colocar em prática nem sempre. Estamos mais preocupados em contar os nossos problemas, preocupações, ações, do que escutar o que o outro tem a dizer. Muitas pessoas carismáticas costumam ter o dom de ouvir e falar apenas na hora certa. Se com dois ouvidos e uma boca, as vezes fica difícil, imagina se fosse o contrário, tivéssemos apenas um ouvido e duas bocas? Deus é perfeito 🙂

 

* Assim como podemos aprender a ser carismáticos, podemos desenvolver outras competências mais comuns a outras personalidades. Já que temos as 9 emoções básicas que sustentam as 9 grandes personalidades dentro de nós, possuímos também as diferentes habilidades e talentos básicos de cada tipo do eneagrama (sustentado por cada uma das emoções), mesmo que em menor escala se comparado aos recursos internos  da personalidade predominante. Basta aprendermos sobre nossos caminhos de crescimento, planejar estratégias para o desenvolvimento das habilidades e incorporação de atitudes, aliados as virtudes adequadas, que nos levem a esse caminho 😉 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *